Segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h30 +55 (11) 3040-3000 Atendimento emergencial +55 (11) 3040-3003
Segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h30 +55 (11) 3040-3000 Atendimento emergencial +55 (11) 3040-3003

Roteiro Jalapão Express por 5 noites

0
10x R$ 528,00
10x R$ 528,00

    Save To Wish List

    Adding item to wishlist requires an account

    1560

     

     

    A partir de

    10x R$ 528,00

    Por pessoa em apartamento duplo.

    💲 Sem entrada e até 10x sem jutos no cartão de crédito

    Serviços incluídos

    • 05 noites de hospedagem com café da manhã; sendo: 1 em Palmas, 1 em Ponte Alta, 1 em Mateiros, 1 em São Félix, 1 em Palmas.
    • Traslados regulares de chegada e saída em Palmas: aeroporto/hotel/aeroporto
    • Expedição realizada em veículos 4x4 com capacidade para até 6 viajantes ( modelos: Pajero Dakar, Triton, SW4 ou similar)
    • Nas cidades de PONTE ALTA, MATEIROS e SÃO FELIX: regime de pensão completa, incluindo café da manhã, almoço ou pic nic, jantar.
    • Motorista-guia autorizado, durante toda a expedição
    • Entradas nos atrativos incluídos no roteiro ( exceto opcionais)
    • Serviço de bordo durante o percurso: biscoitos, água mineral, refrigerante, snacks doces e salgados ( acodicionados de acordo com as medidas de segurança exigidas).
    • Transporte de uma mochila de até 20lts durante a expedição ( não permitido uso de bagagens grandes, rígidas e/ou com rodinhas)
    • Fotos com drone e GoPro ( mediante disponibilidade; necessário agendamento prévio e confirmação por parte do fornecedor).

    Serviços NÃO incluídos

    • Bebidas alcoólicas durante o percurso ( não é permitido consumir bebida alcoólica dentro dos veículos)
    • Bebidas durante as refeições ( almoços e jantares)
    • Despesas de uso pessoal
    • Refeições em Palmas
    • Despesas extras como: consumo de frigobar, compra de artesanatos
    • Opcionais sugeridos
    • Tudo que não conste como incluído
    Fotos do destino

    RESUMO DO ROTEIRO

    Roteiro pelo Jalapão em veículos de luxo, 4×4, com capacidade para até 06 viajantes.

    DESCRIÇÃO DO ROTEIRO

    1º DIA : PALMAS

    Bem Vindo a Palmas, capital do Tocantins; o mais novo Estado Brasileiro, localizado na região Norte do país e com grande influência das regiões Centro-Oeste e Nordeste, também. Chegada, traslado ao hotel e tempo livre. Os quartos estarão disponíveis à partir das 15h00.

    2º DIA: PALMAS – JALAPÃO – PINDORAMA DO TOCANTINS ( 240 km: 201 km em asfalto + 39 km off road)

    Hoje, iniciamos nossa expedição! Lembre-se que esta é uma expedição e a maior parte da viagem será em estradas sem asfalto ( off road) e que cada viajante pode levar 1 mochila de até 20 lts. Bagagens grandes ou tipo mala com rodinhas, não são permitidas e não serão transportadas por nossa equipe; portanto, muita atenção ao preparar sua bagagem!

    Visitas do dia: Lagoa do Japonês, Pedra Furada.

    Adentraremos ao Parque Estadual do Jalapão, com seus 159 mil hectares e exploraremos suas belezas e riquezas naturais. Não se esqueça do filtro solar, boné, repelente de insetos, roupa de banho, óculos de sol, camiseta com proteção UV, óculos de mergulho e baterias carregadas para tirar muitas fotos!

    Pronto para se “desconectar” do mundo? No Jalapão, na maior parte da viagem, não haverá telefonia e nem internet e portanto, esteja preparado para se desconectar do mundo e se conectar à natureza! Próximo às cidades/pousadas, existe possibilidade de conexão telefonica/internet; sendo que a operadora com melhor cobertura na região , é a Claro.

    Entre 06h30 e 07h30 check out no hotel de Palmas e saída para início da Expedição. Seguiremos rumo a Pindorama, onde conheceremos a Lagoa do Japonês, um oásis no meio do cerrado, com suas águas cristalinas, acessíveis através de um deck com escadas, onde os peixinhos vem nos receber; aproveite para nadar com seus óculos de mergulho e descubra as belezas desta linda lagoa que possui ainda um braço de rio que dá acesso a uma gruta, onde é possível apreciar formações rochosas esculpidas pelo tempo e integradas à vegetação; mas atenção, pois nas proximidades da gruta, a lagoa é mais profunda. Devido as formações rochosas no fundo da lagoa, aconselhamos que entrem na mesma, usando uma papete ou “crocs”, para maior comodidade. Opcionalmente, existe a possibilidade de passar por cima da lagoa, numa tirolesa e assim, desfrutar da linda vista ( sujeito a disponibilidade).

    Nosso almoço hoje, será nas proximidades da lagoa, no restaurante familiar da Dona Minervina, com uma típica refeição caseira, preparada pela família em fogão à lenha; provaremos a típica galinha caipira, carne de sol e saladas provenientes da horta do quintal. Após o almoço, acesse as ” redes sociais” da Dona Minervina: embaixo de uma frondosa mangueira, desfrute de um descanso numa das redes disponíveis do redário, nos fundos da propriedade.

    Sairemos em direção à Pedra Furada, conjunto de blocos de arenito que reinam imponentes no cerrado; com um buraco causado pela erosão, lembrando um portal e que permite uma linda vista de toda a região e de onde, se o tempo permitir, será possível contemplar o por do sol ( depende de condições climáticas).
    Sairemos em direção à Pousada, localizada em Ponte Alta, check in e jantar tipo buffet com comidas típicas da região. Pernoite.

    3º DIA – PONTE ALTA DO TOCANTINS – MATEIROS ( 225 km – off road)

    Visitas do dia: Cânion Sussuapara, Prainha do Rio Novo, Dunas do Jalapão
    Sairemos bem cedo, logo após o café da manhã e hoje, as Serras e chapadas nos acompanharão durante todo o dia. Nossa primeira parada é no Cânion Sussuapara, com suas pedras onduladas que parecem ter sido moldadas por águas; embora não seja muito alto, este cânion é imperdível com sua vegetação que desce pelos paredões, seu riachinho que cruza a formação rochosa e sua pequena cascata entre uma fenda, onde os mais corajosos podem aproveitar para tomar um banho refrescante.

    Seguiremos para a “Prainha do Rio Novo”, localizada na Comunidade Quilombola do Rio Novo, onde poderão ter a experiência de conhecer como vivem os habitantes locais e seus costumes; assim, como, banhar-se em águas límpidas e fresquinhas. Dando continuidade a essa experiência, desfrutaremos de um típico almoço caseiro, com comidas regionais ( galinha caipira, carne de sol, paçoca de carne de sol, entre outros). Visitaremos uma sorveteria local, que produz sorvetes de sabores regionais como piqui, cajá, murici, jatobá, entre outros….que tal experimentar? Tempo livre para desfrutar inclusive das “redes sociais” disponíveis ( redário do restaurante).

    Seguiremos para outro destino imperdível, as Dunas do Jalapão, formadas a partir da erosão da Serra do Espírito Santo e transportadas pelos ventos, a areia de tom alaranjado, forma dunas de até 40 metros de altura, nos presenteando com vistas imperdíveis e tornando o entardecer único e divino. Aproveite para sentar no alto das dunas e apreciar as belezas naturais da região e a vista privilegiada das Serras. Dica Schultz: antes de subir às dunas, reforce o protetor solar e também o repelente, no alto das dunas tem as famosas “mutucas” ( pernilongos, muriçocas, etc) ! Previna-se.

    Seguiremos para o jantar, em um típico restaurante familiar em Mateiros e ao final, para a pousada, localizada na mesma cidade. Aprecie o céu, respire o ar puro, feche os olhos e ouça o barulho dos animais ao redor. Check in e hospedagem.

    4º DIA – MATEIROS – SÃO FELIX DO TOCANTINS ( 120 km – off road)

    Visitas do dia: Fervedouros: do Salto, Buritis, do Ceiça,Comunidade Quilombola Mumbuca ( mediante disponibilidade e autorização); Cachoeira do Formiga

    Opcionalmente, na madrugada de hoje, os que desejarem poderão subir a Serra do Espírito Santo e desfrutar do amanhecer do alto desta serra em forma de mesa e com paisagem espetacular ( não incluído).
    Café da manhã. Prepare-se que hoje visitaremos muitos fervedouros! Roupa de banho e toalha de praia são indispensáveis hoje.

    Mas o que são fervedouros? Hoje, são conhecidos 08 fervedouros e a maioria deles está entre Mateiros e São Felix; são pequenas piscinas naturais de águas cristalinas e areias brancas e bem finas no fundo, formados da ressurgência de águas, dos lençóis freáticos e ficam borbulhando incessantemente, sem que tenhamos noção exata da profuncidade destes. Nem tente encontrar o fundo, pois não conseguirá, uma vez que a força com que a água é jorrada, fará você flutuar. É uma sensação única em cada fervedouro que visitaremos: uns menores, outros maiores, com águas bem azuis ou com águas verdes, com muita vegetação ao redor e outros com pouca, com mais pontos de ressurgência, ou com com poucas; todos são lindos e valem a pena mergulhar em cada um deles e sentir a força das ressurgências. Hoje, visitaremos os seguintes fervedouros: fervedouro do Salto, fervedouro Buritis, Fervedouro do Ceiça.
    Entre as visitas de hoje, almoçaremos uma comidinha caseira, no Fervedouro Buritis, preparada com muito zelo pela família que preserva o fervedouro: arroz, feijão, galinha caipira, saladas, mandioca/aipim frito, fazem parte do cardápio; onde também poderemos acessar as “redes sociais” e tirar uma soneca embaixo do telhado de palha de buriti, logo ao lado.

    Visitaremos a Comunidade Quilombola Mumbuca ( mediante disponibilidade e autorização), onde podemos apreciar ao artesanato confeccionado com Capim Dourado e conhecer como vivem, em suas casas feitas de tijolos artesanais e cobertas com folhas de buritis, que são árvores da região,totalmente aproveitadas pelos nativos: raiz, tronco, folhas, flores, frutos, tudo é aproveitado; inclusive na indústria cosmética brasileira e que teremos a oportunidade de conhecer, durante nossa expedição.

    Hoje também visitaremos e poderemos tomar um banho resfrescante na Cachoeira do Formiga, com suas águas cristalinas cujas cores mudam de acordo com a incidência do sol, variando entre o verde esmeralda e o azul turquesa.

    Ao final do dia, seguiremos para o jantar no restaurante do Fervedouro Bela Vista e em seguida seguiremos para a Pousada; aproveite para olhar para o céu; pois em noites claras, um “mar” de estrelas iluminam o caminho e nos levam a refletir sobre a imensidão que nos cerca. Hospedagem.

    5º DIA – SÃO FELIX DO TOCANTINS – PALMAS ( 260 km – 150km off road + 110 km em asfalto)

    Visitas do dia: Prainha do Alecrim, Fervedouro Bela Vista, Vista da Serra da Catedral e Morro Vermelho.
    Café da manhã na pousada e saída cedo, para aproveitar ao máximo nossa última manhã no Jalapão. Visitaremos a prainha do Alecrim, às margens do Rio Soninho, uma típica praia do cerrado brasileiro, onde os habitantes locais costumam passar o dia, durante os fins de semana quentes da região; conheceremos e teremos oportunidade de banho em mais um fervedouro, o Bela Vista, um dos maiores da região.

    Retornaremos à pousada para almoçarmos e em seguida, saída para retorno a Palmas; passaremos por belas paisagens e poderemos apreciar a Serra da Catedral, com seu formato da frente de uma catedral, esculpido pelos ventos e demonstrando-nos mais uma maravilha da natureza e também o Morro Vermelho, com seu solo com marcas que levam a suposição que a região já foi fundo de mar, muito estudado por cientistas, inclusive.
    Seguiremos para Palmas, realizando uma parada técnica, onde também será servido um lanche com snacks doces e salgados, frutas da época/região, água e refrigerantes. Chegada em Palmas, prevista entre 19h00 e 20h00 (depende das condições das estradas). Traslado ao hotel, hospedagem.

    6º DIA – PALMAS

    Café da manhã no hotel. Traslado ao aeroporto de Palmas e fim dos serviços.
    Quartos devem ser liberados até 11h00, indiferente do horário de saída do vôo.

    IMPORTANTE:

    – Bagagem permitida para a expedição: 1 mochila com no máximo 20 litros por pessoa ( não permitido bolsas grandes, rígidas e/ou com rodinhas )

    – Não permitido consumir bebidas ou alimentos dentro dos veículos e tampouco o compartilhamento de copos, talheres, garrafas, etc; durante toda a expedição.

    – A ordem das visitas poderá ser alterada, de acordo com necessidades operacionais.

    – Os horários previstos dependem das condições das estradas. A maior parte da viagem é realizada em estradas off road ( sem asfalto) e portanto, sujeito a situações alheias ao nosso controle; causando assim, variações nos horários previstos; porém, sempre contaremos com o pronto atendimento da equipe de apoio nos reparos e solução de eventuais acontecimentos